Envie-me um postal!

Gostaria de ver a sua cidade, a sua região, o seu país ou o que você gosta aqui no blog? Envie um postal!

Blog Postais & Selos
Av. Sinval Sales Pereira, 239,
Montezuma, MG, 39547-000
BRAZIL

Participe! Muito Obrigado!

quinta-feira, 13 de junho de 2013

BR-0015 Parque Estadual do Rio Doce

Tive o despautério em passar na frente dos já recebidos postais que o Léo me enviou, mas que ainda não estão no blog, por causa das especificações do postal, do selo e do carimbo postal.

friend Léo


O Parque Estadual do Rio Doce está situado na porção sudoeste do Estado, a 248 km de Belo Horizonte, na região do Vale do Aço, inserido nos municípios de Marliéria, Dionísio e Timóteo.

A unidade de conservação abriga a maior floresta tropical de Minas, em seus 35.970 hectares e é a primeira unidade de conservação estadual criada em Minas Gerais. O Decreto Lei nº 1.119, que criou oficialmente o Parque, foi assinado 14 de julho de 1944.

Patrimônio Natural

Árvores centenárias, madeiras nobres de grande porte e uma infinidade de animais nativos compõem o cenário de um dos poucos remanescentes de Mata Atlântica, no Brasil: o Parque Estadual do Rio Doce.

Com um notável sistema lacustre, composto por quarenta lagoas naturais, dentre as quais destaca-se a Lagoa Dom Helvécio, com 6,7 km2 e profundidade de até 32,5 metros, o Parque proporciona um espetáculo de rara beleza. As lagoas abrigam uma grande diversidade de peixes, que servem de importante instrumento para estudos e pesquisas da fauna aquática nativa, com espécies tais como bagre, cará, lambari, cumbaca, manjuba, piabinha, traíra, tucunaré, dentre outras.

No Rio Doce é possível encontrar espécies da avifauna como o beija-flor besourinho, chauá, jacu-açu, saíra, anumará, entre outros. Animais conhecidos da fauna brasileira também são freqüentes no Parque. A capivara, anta, macacos-prego, sauá, paca e cotia, bem como espécies ameaçadas de extinção como a onça pintada, o macuco e o mono-carvoeiro, maior primata das Américas.

Com o objetivo de aproveitar a riqueza da flora, de forma sustentável, o parque possui um herbário, que possibilita a identificação de espécies principalmente através da análise de suas características morfológicas, constituindo a base de pesquisas taxonômicas.

História pra contar

As primeiras iniciativas no sentido de preservar o Parque Estadual do Rio Doce surgiram no início da década de trinta, pelas mãos do arcebispo de Mariana, Dom Helvécio Gomes de Oliveira, conhecido como bispo das matas virgens. Mas só em 1944 tornou-se oficialmente Parque, o primeiro de Minas Gerais.

Infra-estrutura

O Parque oferece uma completa infra-estrutura para atendimento a turistas e pesquisadores. Portaria, estacionamento, área de camping, vestiários, restaurante, anfiteatro, Centro de Visitantes, Centro de Pesquisas, Viveiro, posto de Polícia de Meio Ambiente.

(Fonte: Instituto Estadual de Florestas)

Visite também o blog dos Amigos do Parque do Rio Doce!


O selo é um dos 24 diferentes que compõem a série especial comemorativa aos 350 anos do correio brasileiro, neste ano de 2013; no caso, traz o Telégrafo Bréguet, o nono da série pois foi um dos modelos de telégrafo instalados no Brasil, em 1852, além do Morse.

O Carimbo Postal é exclusivíssimo da Agência Filatélica de Uberlândia. Apresenta a imagem do Coreto da Praça Clarimundo Carneiro. O símbolo impresso desde o dia 28 de novembro de 2012 nas cerca de 20 correspondências postadas no local diariamente, na maioria dos casos, é usado para fazer as peças filatélicas de interesse dos colecionadores. O carimbo foi entregue à cidade graças à longevidade e atuação do Clube Filatélico e Numismático de Uberlândia, há 46 anos ininterruptos em funcionamento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário